Por que reforçar a segurança de dados nas indústrias é cada vez mais importante?

segurança de dados

Por que reforçar a segurança de dados nas indústrias é cada vez mais importante?

A segurança de dados é um dos principais desafios da indústria 4.0. Afinal, é necessário ter um grande cuidado para as informações apresentarem um grande nível de integridade e disponibilidade para os gestores.

Em um cenário de concorrência acirrada, contar com dados atualizados e confiáveis é imprescindível para a tomada de decisão ser feita dentro das melhores práticas do mercado. Se uma organização não atuar dessa forma, terá sérias dificuldades de se manter competitiva, adquirir bons suprimentos e alcançar resultados expressivos.

Neste post, vamos destacar diversos fatores relacionados com a segurança da informação na indústria 4.0. Confira!

Indústria 4.0 e Transformação Digital nas Indústrias: os impactos na segurança de dados

O avanço tecnológico abriu caminho para o setor industrial se tornar cada vez dependente da geração de dados, que envolve equipamentos e sistemas de gestão. A indústria 4.0 se caracteriza por contar com uma série de dispositivos que fazem parte da IoT (Internet das Coisas).

Por isso, é possível contar com diversas máquinas que permitem a automação industrial, responsável por proporcionar uma série de vantagens. Entre elas, aumento da produtividade, diminuição de erros e redução de gastos.

Por outro lado, é importante usar mecanismos voltados para a segurança de dados. A elaboração de diretrizes internas (política de segurança da informação) e iniciativas voltadas para a educação do público interno são medidas necessárias para que as informações corporativas tenham o tratamento adequado.

Também é essencial o investimento em hardwares e softwares voltados para o combate a ameaças externas. Uma das razões é que a indústria 4.0 se destaca por ter uma estrutura complexa, em que as máquinas estão interligadas. Por esse motivo, evitar problemas é fundamental para manter a produção em um bom patamar.

Mesmo que haja poucos sensores para gerar dados, a demanda pela capacidade de armazenamento é muito grande na indústria 4.0. Isso mostra como é prioritário para esse setor trabalhar com informações de qualidade em tempo real.

A necessidade de fortalecer ações para a segurança de dados

Uma empresa deve administrar as informações estratégicas com cuidado para se diferenciar no mercado. Esse passo é primordial para ter uma noção do impacto que um vazamento de informações de clientes pode causar para a imagem da companhia.

Dependendo da conjuntura, uma falha de segurança pode gerar uma imagem negativa na credibilidade perante o público-alvo, mais do que em termos financeiros. Essa situação pode perfeitamente ocorrer, caso a comunicação com os stakeholders não seja feita de forma clara e transparente.

Perder a confiança de clientes e funcionários é um prejuízo muito difícil de ser mensurado. Esse aspecto exige que a indústria 4.0 invista pesado em segurança da informação, para que os dados apresentem altos índices de integridade e disponibilidade.

Essa ação também é muito relevante para evitar falhas que prejudiquem a produção e provoquem perdas financeiras consideráveis. Apostar na segurança de dados deixou de ser um luxo há muito tempo e passou a ser uma obrigação.

As principais ameaças à segurança de dados nas indústrias

O primeiro passo para a política de segurança da informação na indústria 4.0 ser implantada com sucesso consiste em reconhecer os principais riscos. Um deles envolve o acesso aos setores da fábrica, onde a entrada deve ser permitida apenas para pessoas devidamente credenciadas.

Nesse caso, contar com um controle de acesso eficiente é essencial para prevenir não apenas furtos e roubos, mas também, problemas que afetem a produtividade. A sofisticação dos ataques virtuais é mais um aspecto que mostra a necessidade de as empresas terem uma maior preocupação com a segurança de dados.

É necessário que sejam adotadas medidas para evitar ações como o ransomware, que consiste no sequestro de informações corporativas. Nesse cibercrime, o hacker exige o pagamento de resgate para a instituição ter os dados disponíveis novamente.

Outra ameaça que afeta o rendimento da indústria 4.0 é a mineração de criptomoedas. Cibercriminosos, por meio de softwares específicos, usam computadores de diversas vítimas para ganhar dinheiro com essa prática, cuja consequência é afetar negativamente a produtividade de equipamentos nas empresas.

Também fazem parte da lista das ameaças virtuais os erros cometidos pelos colaboradores ao lidar com a tecnologia. Um dos mais conhecidos é clicar em links de mensagens de e-mails com vírus. Essa prática é chamada de phishing e proporciona ao hacker condições de acesso aos sistemas corporativos.

Como garantir a segurança de dados em indústrias

Conhecer as ameaças é um bom caminho para a elaboração de um plano de segurança cibernética. Também é muito relevante acompanhar, de perto, as estratégias dos cibercriminosos para atualizar os mecanismos de proteção de dados e evitar vazamentos.

Há uma série de medidas que podem ser adotadas para minimizar os riscos de problemas relacionados com a segurança das informações. Uma delas consiste na restrição de acessos a determinados locais na indústria 4.0.

O controle de acesso é uma forma de monitorar como está a movimentação de pessoas na fábrica e reduz consideravelmente a presença de pessoas não autorizadas na unidade. Também podem ser efetivadas outras iniciativas para garantir uma maior segurança aos dados, como:

  • autenticar usuários e equipamentos;
  • implantar mecanismos físicos e lógicos para detectar intrusos;
  • investir pesado na criptografia de dados;
  • adotar a assinatura digital para dar autenticidade aos documentos eletrônicos;
  • implementar o isolamento e a segregação de equipamentos;
  • apostar em mecanismos de varredura de vírus;
  • contar com mecanismos eficientes para monitorar a rede corporativa;
  • utilizar o honeyspot (recurso para simular falhas de segurança intencionalmente e conseguir informações relativas aos hackers);
  • analisar a segurança perimetral de planta para adotar ações de proteção mais efetivas.

Não há uma fórmula única para que as informações da indústria 4.0 estejam devidamente protegidas. Por outro lado, é preciso adotar diversos procedimentos que diminuam bastante os riscos de a empresa ser surpreendida com roubos de dados de um sistema e vazamentos.

É primordial que o setor de Tecnologia da Informação tenha um papel estratégico na elaboração e adoção de medidas voltadas a dar mais segurança às informações da companhia. Do contrário, será quase inviável acompanhar as melhores práticas no combate às estratégias desenvolvidas por cibercriminosos.

A segurança de dados deve ser uma das prioridades na indústria 4.0. Ela tem uma grande influência no desempenho operacional e na credibilidade e reputação da empresa perante o público-alvo. Além disso, ajuda na adoção de praticas ligadas à conectividade industrial.

Se você quer ficar informado sobre as principais tendências de segurança cibernética, assine a nossa newsletter agora mesmo! O conhecimento é um grande passo para adotar boas práticas!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!