Tecnologia LED Philips compõe nova iluminação

[rev_slider noticias]

 

Tecnologia LED Philips compõe nova iluminação

Créditos: Philips

 

Projeto prevê implantação de 16 km de rede de iluminação pública com solução que reduz em até 50% o consumo de energia

A Philips do Brasil, líder global em inovação, inaugura em parceria com a Companhia Energética de Brasília (CEB) a primeira etapa da nova iluminação do Eixo Monumental, em Brasília. O projeto completo foi dividido em três fases, que totalizarão a implantação de 16 km de rede de iluminação pública com 700 postes duplos especiais, de aço, com 12 metros de altura com luminárias Philips da família GreenVision Xceed que utilizam a plataforma de LED chamada LEDgine. A obra também incluiu a instalação de 480 luminárias de LED da mesma família de 60 Watts para as calçadas do Eixo. “Brasília é reconhecida como patrimônio cultural da humanidade e, por isso, obras como esta necessitam de soluções extremante adaptáveis à arquitetura e ao design da via e que sejam ao mesmo tempo sustentáveis. Neste projeto, estamos aplicando nossa plataforma LEDgine de última geração que é a mesma que está sendo instalada em todas as vias públicas de Buenos Aires e no Campus da USP de Ribeirão Preto e é uma evolução da que utilizamos na modernização da iluminação do Parque do Ibirapuera em 2010, em São Paulo o que demonstra como a tecnologia está em constante melhoria”, explica Flávio Guimarães, diretor do negócio de Soluções Profissionais da Philips no Brasil e América Latina.

O projeto visa melhorar a segurança para a população, turistas e o comércio local, além de destacar um dos principais pontos da cidade. As luminárias de LED são hoje a tecnologia mais moderna e sustentável disponível no mercado mundial e proporcionam uma iluminação mais homogênea, com redução nos custos de manutenção e a ausência de gases poluidores e de emissão de raios ultravioletas e infravermelhos. As luminárias LED GreenVision Xceed utilizadas em Brasília reduzem em até 50% o consumo de energia elétrica e duram em média 12 anos mantendo 70% do fluxo luminosos inicial em seu final de vida útil.

 

Fonte: http://www.newscenter.philips.com/br_pt/standard/news/press/2014/20140131-Nota-Eixo-Monumental.wpd#.U3ozXS_zyQ2